Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Fôrmas, Escoramentos e Andaimes para a construção

Centro Comercial OLIMP IV, Lublin, Polônia

Rentabilidade de obra com produtos versáteis

Descrição

O maior centro comercial da província de Lublin, com uma área total de 126.000 m2, conta com dois grandes hipermercados e 70 lojas, assim como cobertura de um estacionamento com vários pisos, de 18.500 m2.

Este edifício tem uma estrutura monolítica de concreto, com paredes reforçadas nas superfícies subterrâneas e de estrutura mista nas superiores. A fachada principal, na área de entrada, foi construída com concreto arquitetônico, e estruturas de alumínio. A cobertura de aço, de quatro águas, é composta por vigas apoiadas sobre pilares de concreto armado.

O projeto foi concebido como um pilar monolítico e sistema de laje. Os pilares de concreto armado, as paredes exteriores e as paredes da escada formam a estrutura de suporte deste edifício. A estrutura horizontal é formada por vigas de suspensão e lajes que formaram uma retícula de 8,5 x 7,85 m. Na área norte e leste, pelo fato do edifício estar sob terra, foram executados muros de contenção com concreto armado.

Solução ULMA

As sapatas, divididas em 9 parcelas, foram construídas com as fôrmas NEVI, que facilitou o seu deslocamento sem a utilização de grua desde o inicio da obra. Do mesmo modo, foi utilizada como fôrma de canto de vigas e de estruturas verticais, além de pilares com dimensões de 70 x 70 cm. As paredes interiores também foram executadas com as fôrmas NEVI, com configurações de 2 x 3,30 e 2 x 2,70 m. Como sistema de segurança e de comunicação vertical foi utilizado o sistema BRIO.

As lajes e vigas de suspensão foram executadas com fôrmas ENKOFLEX sobre Cimbre T-60 e escora ALUPROP. Uma fila adicional de torres de apoio foi colocada ao longo das vigas de suspensão. Assim, foi possível criar uma plataforma de trabalho ampla e segura.

O estacionamento de 6 pisos, localizado junto ao centro comercial, foi construído como uma estrutura de pilares e lajes e uma parede perimetral externa. Os diversos pisos estão ligados entre si por meio de uma rampa, em forma de espiral, que determina e define a estrutura do edifício. As aberturas das paredes, por serem circulares, foram realizadas com BIRA.                      

Os edifícios OLIMP III e OLIMP IV estão conectados por uma passagem superior, na altura do primeiro piso, suportada por dois pilares e por um conjunto de cabos. A laje da ponte foi construída com um sistema de vigas apoiado em torres de Cimbre T-60, enquanto as soluções NEVI e ENKOFORM V-100 foram utilizadas na construção dos pilares.