Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Fôrmas, Escoramentos e Andaimes para a construção

Linha 2 do Metrô, São Paulo, Brasil

Resposta eficaz as necessidades técnicas da obra

Descrição

Construção de uma estação de metrô em um túnel, que demandava um prazo de construção muito exíguo. Era necessário um método que possibilitasse a edificação de paredes laterais de grandes dimensões e que deixasse livre somente uma faixa central de 4,50 m a ser construída posteriormente. É considerada a obra com maior divisão transversal do Brasil.

Solução ULMA

Esta obra tem a particularidade de não exigir aberturas para a passagem do maquinário; portanto, optou-se por torres isoladas com um custo inferior em relação a outras estruturas metálicas normalmente utilizadas. Utilizou-se o Andaime BRIO como cambota e como andaime nas primeiras concretagens assim como a Cambota T-60 quando se exigia carga maior.

Empregou-se a Fôrma Vertical COMAIN para atender à necessidade de painéis acelerados que se adaptassem aos raios causados pela superfície abobadada.